A sua saúde no verão





Algumas dicas

1) Aumente a ingestão de líquidos

2) Proteja sua pele

3) Escolha alimentos mais leves

4) Evite roupas molhadas por muito tempo. Cuidado com os fungos!

5) Não deixe de fazer atividades físicas, escolha horários mais frescos para a prática de atividades

6) Esteja atenta (o) aos sintomas de insolação

7) E claro, proteja-se contra a Covid-19

 

Dos pontos citados,  vamos abordar um pouco mais sobre pele e desidratação, que merecem mais atenção nessa estação.

 

Pele

O sol proporciona muitos benefícios para o ser humano quando a exposição é equilibrada. É estimulante e auxilia o corpo a produzir serotonina, melanina, vitamina D e ainda melhora a qualidade do sono.

Porém, o excesso pode ser extremamente prejudicial. Insolação, queimaduras e câncer de pele são alguns dos malefícios que os raios solares podem causar. Evite ficar ao sol das 10 às 15 horas, não esqueça de passar protetor solar a cada 2 horas e hidrate-se sempre.

 O INCA (Instituto Nacional do Câncer) aponta que a doença corresponde a 27% de todos os tumores malignos no Brasil, além de ser o mais frequente no mundo e mais comum após os 40 anos. Para prevenir a doença, é necessário:

 

– Evitar exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h;

– Procurar lugares com sombra;

– Usar proteção adequada, como roupas, bonés ou chapéus e óculos escuros com proteção UV;

– Aplicar na pele diariamente protetor solar com fator de proteção 30, no mínimo. É preciso reaplicar a cada duas horas;

– Usar filtro solar próprio para os lábios.

Fique atento e atenta aos sintomas: Manchas que coçam; Sinais que mudam de tamanho; Feridas que não cicatrizam em até quatro semanas. Cuide do seu corpo e da sua pele nesse verão.

 

Desidratação

Quais os sintomas?

Quando o corpo elimina mais água do que recebe, começamos a sentir os primeiros sinais de desidratação. Além da sede,  alguns sinais indicam a presença de uma desidratação  moderada.

1) Cansaço excessivo;

2) Prisão de ventre;

3) Dores de cabeça frequentes;

4) Mau hálito;

5) Vontade de comer doces;

6) Cãibras musculares

7) Boca e pele seca.

 

Para evitar a desidratação, recomenda-se ingerir no mínimo 2 litros no decorrer de um dia. Para os dias de calor intenso, além de ingerir muito líquido, use roupas leves; evite muita exposição solar nos dias mais quentes; evite a prática de exercícios nos períodos mais quentes do dia.

Beba muita água, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) o ideal é o consumo de 8 a 10 copos por dia.

 

Covid-19

Diante do aumento de casos confirmados e suspeitos de covid, a melhor conduta é: vacinação, testagem e isolamento de contactantes que testaram positivo. Contribua e cuide-se!